O que é Supply Chain? Entenda, de uma vez, esse conceito!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Você sabia que entender o que é supply chain e como o processo funciona é imprescindível para o sucesso do seu negócio? Ao ler isso, pode ser que você tenha pensado: “mas eu não tenho nenhuma noção sobre o assunto, e agora?”.

Calma! Porque no post de hoje vamos te explicar tudo sobre o tema que envolve produtores, insumos, fornecedores, distribuidores, movimentação de mercadorias, lojistas, consumidores e muito mais.

Por isso, acompanhe o conteúdo até o final para evitar que sua marca faça a gestão incorreta desses processos e perca vendas!

O que é Supply Chain?

Traduzido do inglês, “supply chain” é um termo que quer dizer “cadeia de suprimentos”. A expressão diz respeito ao conjunto de processos pelos quais os produtos passam até chegar às mãos do consumidor final.

E isso vai desde a extração da matéria-prima até a forma como essa mercadoria será entregue ao cliente. Resumidamente, o setor de supply chain está relacionado, direta ou indiretamente, a atividades como:

  • Compra de insumos;
  • Transporte;
  • Armazenamento;
  • Embalagem;
  • Gerenciamento interno;
  • Venda;
  • Atendimento ao consumidor;
  • Controle financeiro;
  • Marketing;
  • Distribuição.

De modo geral, todas as etapas voltadas à infraestrutura física e às operações  necessárias para fazer um produto chegar de um ponto a outro são contempladas no processo.

Supply Chain e Logística são a mesma coisa?

Para que algumas confusões sejam evitadas, é preciso entender com clareza o que é supply chain, bem como o conceito de logística. Afinal, os dois termos são frequentemente usados como sendo sinônimos.

Entretanto, existem algumas diferenças!

Apesar dos dois assuntos estarem intimamente relacionados e não existir exatamente um consenso sobre qual deles “encabeça” o sistema, podemos apontar as principais características de ambos.

A logística, por sua vez, é responsável pela movimentação dos produtos de um local para outro e também por toda a documentação ligada a tais procedimentos.

Em outras palavras, o processo costuma se limitar ao transporte, envolvendo a análise estratégica, o uso de tecnologias de frete e rastreio, gestão de riscos e o controle de cargas. 

Enquanto isso, o supply chain engloba um leque de serviços um pouco maior. 

Ou seja, a logística está focada, essencialmente, no transporte do produto. Porém, a cadeia de suprimentos cuida de todo o planejamento de fluxo da mercadoria de uma forma mais ampla.

Como aponta o Conta Azul, uma boa gestão de supply chain (incluindo a logística) é essencial para garantir que o produto chegue até o cliente final da maneira mais rápida, eficiente e econômica possível.

Como o Supply Chain funciona na prática?

Depois de entender o que é supply chain e como o assunto se relaciona com o setor logístico, é hora de saber como o processo funciona, na prática, dentro da empresa.

Para que seja possível realizar uma boa gestão da cadeia de suprimentos, é indispensável conhecer, por completo, o ciclo de vida dos produtos comercializados pelo seu negócio.

Por isso, saiba exatamente quais são as épocas do ano onde há mais procura da mercadoria, quais são os prazos solicitados pelo fornecedor, qual a distância ele se encontra da sua empresa e se o item está disponível a pronta-entrega, por exemplo.

Além disso, tenha em mente que o supply chain irá controlar e ditar como funcionarão todos os processos que se relacionam de alguma maneira com a mercadoria, como compra, armazenagem, entrega e etc.

Esteja ciente de que o produto passará pelas mãos de diferentes empresas até chegar a você e, finalmente, ao seu cliente.

A fim de ilustrar essa dinâmica, listamos as 7 principais etapas realizadas na cadeia de suprimentos:

  • Planejamento de compras, tendo como base a projeção de oferta e demanda;
  • Homologação e cotação de fornecedores de produtos e/ou matéria-prima;
  • Confecção/preparo da mercadoria;
  • Estocagem;
  • Comercialização e entrega;
  • Devolução e/ou troca do produto (se necessário);
  • Coleta de avaliações e feedbacks por meio dos canais de atendimento.

Quais os benefícios de uma boa gestão de Supply Chain?

Quando bem implementado e gerenciado, o supply chain é capaz de beneficiar a empresa de muitos jeitos. Afinal, o processo impacta em toda a cadeia produtiva, de ponta a ponta.

De tal modo, conheça as 3 maiores vantagens de contar com uma boa gestão de supply chain no seu negócio:

1. Qualificação dos serviços

Através de um controle eficiente da cadeia produtiva, é possível prever os caminhos que a mercadoria irá percorrer. Consequentemente, fica mais fácil controlar fluxos, pedidos e prazos

Assim, a qualidade do serviço ofertado ao cliente final é aprimorada.

2. Redução de custos

Tendo conhecimento exato sobre a demanda dos produtos e de quanto tempo demora para que eles estejam disponíveis para venda, o custo com armazenamento extra ou estocagem excessiva diminui significativamente.

3. Aumento da receita

Com os custos reduzidos, não é difícil imaginar que a receita encontra maior facilidade para aumentar, certo? Pois é, através de uma margem de negociação mais flexível, se torna mais propício o crescimento dos lucros. 

Até porque, o serviço de qualidade e a redução dos gastos são critérios-chave para melhorar o faturamento de qualquer empresa. 

Por que a gestão de Supply Chain é importante?

Entender o que é supply chain é o primeiro passo para adotar o processo e começar a obter melhores resultados. Afinal, diante de um mercado cada vez mais competitivo, um bom planejamento estratégico é primordial.

Desse modo, a importância que o supply chain management representa é indiscutível, uma vez que por meio dessa metodologia é possível garantir a eficiência das atividades executadas na empresa e fora dela.

Resumidamente, planejar bem esse circuito é essencial para:

  • Reduzir custos;
  • Gerar dados de pesquisa;
  • Realizar projeções de cenários;
  • Gerir estoque;
  • Otimizar processos;
  • Aprimorar prazos e preços.

Em suma, através da adequada gestão da cadeia de suprimentos a satisfação do cliente final pode ser assegurada. Isso porque, tendo o domínio da operação comercial completa, a tomada de decisão é favorecida.

Portanto, se você quer alavancar os resultados do seu empreendimento, ter maior controle sobre todas as etapas produtivas e parar de perder vendas devido à falta de planejamento, já passou da hora de se atentar ao supply chain.

Chega de ter surpresas, tomar decisões baseadas em achismos e correr para “apagar incêndio” sempre que falta um produto-chave na prateleira.

Quer saber mais sobre o assunto e aprender a gerir melhor o seu negócio? Então leia também:

  1. O que é TMS Embarcador e o que ele faz pela sua empresa?
  2. Gateway de frete: a importância do rastreamento de pedidos
  3. Por que você precisa de um software de gestão de logística?

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.