Indicadores de logística que você DEVE acompanhar

Gestores sem dados, correm o risco de não ter uma impressão real das operações, ficam sem números para tomar decisões e medir impactos. Quando a operação é transcrita em números e gráficos, falsas impressões são desconstruídas e dão lugar a uma noção mais precisa da realidade, por isso os indicadores são importantes para uma boa gestão.

Se por um lado, deixar de controlar os indicadores é ruim, controlar demais também pode ser ineficiente. Não caia nos extremos! Separamos alguns indicadores essenciais para você acompanhar as operações:

On-Time & In-Full (OTIF) – Entregas certas e dentro do prazo

Considerado um dos indicadores mais importante, o OTIF pode dizer muito sobre a saúde das operações logísticas:

  • On-Time: representa a entrega dos produtos em determinado local, dia e horário, conforme combinado com o cliente
  • In-Full: significa que o produto deve atender a expectativa do cliente, como: quantidade, dimensões, qualidade e estado de conversação.

Como calcular: OTIF (em %) = número de entregas OTIF ÷ número total de entregas * 100
Exemplo: de 100 entregas, 95 foram OTIF (dentro do prazo e como o cliente esperava). Isso significa que o seu OTIF é de 95%.

On-Time Delivery (OTD) – Entregas no prazo

O objetivo deste indicador é medir se as entregas estão sendo feitas dentro do prazo, independente das expectativas que o cliente tenha sob o produto. Desta forma, se houver algum problema, você consegue fazer uma análise mais específica nos processos de separação, expedição ou no transporte.

Como calcular: Total de entregas no prazo ÷ Total de entregas x 100

Índice de ocorrência

Um indicador simples porém muito importante, você deveria saber na “ponta da língua” esse número, afinal ele representa o número de problemas como avarias, extravios e roubos de cargas da sua empresa. Essas situações têm um impacto imprevisto e direto sobre os custos, vendas e satisfação do cliente. São números que devem ser bem controlados e avaliados, pois podem servir de base para uma decisão muito importante, como a troca de uma transportadora ou a troca de um processo falho.

Custo do transporte em relação às vendas

O custo de transporte compõem a formação de preço de venda do produto e está ligado diretamente a margem, se a margem do produto já é “apertada” uma variação nos custos dos fretes pode diminuir ainda mais a margem ao ponto de tornar a operação não lucrativa. O gestor deve saber até quanto ele pode gastar com a operação logística, sem prejudicar as margens da empresa.

Como calcular: Custo Total de Transportes ÷ Total de Receita Bruta x 100

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Need Help? Chat with us