05 dicas de como utilizar monitoramento para evitar perdas com o frete e transporte do seu produto

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Arcar com prejuízos por causa de perda de cargas é algo inaceitável para qualquer empresa que preze pela qualidade do seu atendimento e do serviço e produto que oferece. Além dos custos necessários para repor uma nova leva do produto perdido, também é preciso reparar a reputação da empresa com os clientes devido ao atraso ocasionado pela situação.

Perder cargas é algo que todas as empresas não podem se dar ao luxo de acontecer no seu planejamento logístico.

Sendo assim, separamos 5 dicas importantes sobre monitoramento de carga e como evitar a perda no frete e transporte utilizado pela sua empresa.

1. Estabelece regras dentro da empresa

Definir regras e políticas internas é o primeiro passo. Com uma equipe mais bem informada e envolvida nos processos que envolvem o transporte da carga é possível aumentar a atenção em torno de detalhes que, muitas vezes, são os causadores de erros não intencionais. Repasse para todos os trajetos que são utilizados, horários de partida, paradas permitidas e as diretrizes em caso de mudanças de percurso.

2. Instalar dispositivos camuflados

Mesmo com a evolução dos sistemas de rastreamento, que estão com uma tecnologia cada vez mais avançada, ainda existem quadrilhas especialistas em roubo de cargas que sabem como desativar estes sistemas. Uma solução é utilizar dispositivos camuflados na carga a ser transportada. Essa tática dificulta o bloqueio do rastreamento por parte dos criminosos e facilita o rastreamento do veículo em caso de roubo.

3. Exigir uma nota de recebimento do cliente

Uma forma de garantir que o seu produto chegou até o destino final é exigir que o cliente entregue uma nota de recebimento. Esse método é extremamente eficaz, especialmente em caso de entregas que passam por mais de um destino dentro da rota traçada, pois dessa forma o entregador pode confirmar se os dados da entrega batem com o que está na nota, dificultando desvios por parte de pessoas mal intencionadas.

4. Trabalhe com frotas rastreadas

Instale rastreadores em toda a frota da sua empresa, ou, caso você terceirize este serviço, exija rastreamento em todos os veículos da frota do seu fornecedor. Rastreadores via GPS podem informar onde está a carga em tempo real, facilitando a localização do seu produto durante o trajeto até o seu cliente. Uma solução que, além de servir como garantia no caso de roubo de cargas, também serve para saber se o transportador não faz paradas indevidas com o seu produto fora da rota de entrega planejada pela sua cadeia logística.

5. Procure um software que integre toda a sua logística

Trabalhar com o monitoramento de cargas junto à um software de automação de processos na logística, principalmente nas etapas de expedição e recebimento de fornecedores, torna a sua cadeia logística um processo único, muito mais forte e assertivo. Quando o software detecta alguma anomalia indicada pelo rastreamento da carga ele avisa o responsável pela logística imediatamente, gerando uma janela de tempo muito maior para colocar planos de contingência em ação, caso forem necessários.

Utilizado por milhares de empresas e de diversas formas por todo o mundo, o monitoramento de carga é mais um artifício da cadeia logística para evitar prejuízos durante as suas etapas.

Existem diversas maneiras de se trabalhar com monitoramento, basta saber qual mais se encaixa de acordo com as necessidades da sua empresa.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *