Precisando Melhorar seu Resultado de Frete? (Parte I)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A incessante busca pela redução de custos tem se tornado, cada vez mais, uma regra nas operações logísticas das empresas, e as negociações de frete cumprem papel fundamental neste sentido. O gestor precisa encontrar alternativas viáveis de preço de transporte sem gerar impacto negativo na disponibilidade do produto e nível de serviço.

Este é o primeiro, de uma série de quatro artigos, onde mostraremos alguns caminhos que podem otimizar o resultado da conta frete da sua operação logística. Ao final do texto, na área destinada aos comentários, participe das discussões contribuindo com suas experiências. Boa leitura!

Aliar menores custos de frete ao pleno atendimento das expectativas do cliente: este é o desafio!

E realmente esta parece ser uma tarefa cada vez mais difícil, já que o trade-off logístico Transporte x Serviço ao Cliente parece impraticável, ou seja, no atual cenário, elevar custos de distribuição para atender particularidades específicas de entrega está fora dos planos de muitos embarcadores.

Contudo, existem recursos que permitem prover o serviço sem perder a qualidade, e mais, com a possibilidade de gerar economia na conta frete.

Ficou interessado? Neste post, vamos falar sobre um deles, a CARGA LOTAÇÃO.

A carga lotação – também conhecida como carga fechada – é uma modalidade de contratação onde o transportador disponibiliza um veículo exclusivo para sua carga.

Em geral, a mercadoria ocupa a totalidade da capacidade do veículo, independente do tamanho ou tipo de carroceria.  A coleta é realizada na origem (embarcador) e segue diretamente ao destinatário, podendo existir mais de uma entrega no percurso. As vantagens de uma carga lotação para um embarque fracionado são inúmeras:

REDUÇÃO NO CUSTO DE FRETE

1. Normalmente, as contratações de carga fechada ocorrem com transportador autônomo ou pequeno transportador, cujo custo de operação é menor. Existem empresas de transporte especializadas na operação lotação, com preços mais atrativos;

2. A negociação pode ser realizada por demanda, ou seja, não segue uma tabela padrão com valores mínimos garantidos. Assim, o embarcador tem a vantagem de fazer cotações prévias em busca de melhores preços.

3. Outro ponto favorável à redução de custos é que a carga fechada elimina a necessidade de movimentação em depósitos e transferência para outros veículos do transportador. Logo, o valor do frete repassado tende a ser menor.

MENOR PRAZO DE ENTREGA

A lotação se caracteriza por um transporte único e exclusivo, logo não contempla transbordo ou composição de carga nas unidades da transportadora. Isso representa significativo ganho no tempo de entrega em relação ao modelo fracionado.

AUMENTO DA SEGURANÇA DA CARGA

Por não haver necessidade de movimentação interna na transportadora, o risco de avarias, perdas, extravios, troca de volumes e outras ocorrências de entrega é minimizado.

Em casos onde a lotação é destinada a uma única entrega (clientes com grandes volumes, agendamentos, transferências, etc.) é comum o remetente lacrar as portas do baú para garantir ainda mais segurança à carga.

Com os benefícios listados até aqui, vimos que é possível fazer mais com menos por meio da carga fechada.

Realmente vale a pena fazer um teste e comparar os resultados!

Entretanto, nem todo produto é aderente às condições exigidas no modelo lotação, seja por conta da ocupação (baixa volumetria), fluxo de expedição, características específicas de distribuição, entre outros.

Nestes casos, é interessante verificar com embarcadores que possuem o mesmo perfil, quais meios estão sendo utilizados para reduzir os custos de frete sem perder a eficiência. Eventualmente, pode existir uma oportunidade no mercado ou possibilidade de conciliação de carga que pode trazer importantes ganhos para a operação.

Continue acompanhando nossos artigos! Em breve será publicado um novo post com outra dica para melhorar o resultado da sua conta frete.

 

Fonte – https://www.logisticanapratica.com.br/index.php/2017/05/10/precisando-melhorar-seu-resultado-de-frete-parte-i/

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *