O que é cross-docking e quais vantagens tem a oferecer?

Funcionário trabalhando em um centro de distribuição representando o que é cross-docking e seu papel na logística.

O que é cross-docking e quais vantagens tem a oferecer?

LINK DA IMAGEM
Texto alternativoFuncionário trabalhando em um centro de distribuição representando o que é cross-docking e seu papel na logística.
Palavra-chaveo que é cross-docking 
Tipo de CTAComercial 
Título SEOO que é cross-docking e quais vantagens tem a oferecer?
Meta DescriçãoNeste artigo você vai entender o que é cross-docking e conhecer as suas principais vantagens na logística de distribuição. Confira!

____________________________________________________________

No post de hoje você vai entender o que é cross-docking e conhecer as suas principais vantagens na logística de distribuição.

Saber do que se trata esse assunto é fundamental para garantir a atualização das técnicas adotadas nos processos logísticos e evitar a perda de clientes.

Basicamente, o cross-docking é um sistema de distribuição de cargas onde as mercadorias e produtos são entregues aos destinatários — ou seja, o consumidor final — em até 24 horas.

As mercadorias chegam no centro de distribuição e em seguida já são separadas e enviadas por meio de um processo realizado com a ajuda da manutenção contínua.

O termo “cross-docking” vem do inglês e pode ser traduzido como “cruzamento de docas”

Na sequência, você verá que, de modo geral, a abordagem é uma operação logística responsável por otimizar as entregas de mercadorias tanto no cenário nacional como internacional.

Acompanhe até o final!

Como funciona o cross-docking?

Não é nenhuma novidade que durante o movimento de distribuição realizado na cadeia de suprimentos tradicional é necessário conectar o fornecedor ao cliente final, certo?

Para tanto, os armazéns são utilizados. No entanto, a distribuição é feita de forma descontínua, sem a sincronização entre oferta e demanda.

Na prática, o armazém retém a mercadoria até que surja a demanda, por meio das vendas. Porém, no cross-docking, este processo funciona de uma forma diferente.

Nele, os fornecedores entregam os produtos em docas, onde a equipe da transportadora só precisa separar e organizar as cargas de acordo com os pedidos.

Logo após, as mercadorias já são colocadas nos veículos de entrega e chegam no destino final no prazo máximo de 24 horas. 

Qual a influência do cross-docking no transporte de cargas? 

O cross-docking trata-se de uma estratégia inovadora, pois está mudando os conceitos tradicionais em logística.

Por este motivo, tem crescido tanto a cada dia, uma vez que ele influencia em aspectos como estocagem e eficiência operacional em transporte.

Adotando esse modelo, as empresas conseguem otimizar a gestão de cargas, o que é fundamental para garantir uma roteirização adequada.

O mais interessante é que não são apenas os e-commerces e as lojas virtuais que lucram com a estratégia, pois os resultados positivos podem ser alcançados em qualquer tipo de negócio que funcione a partir do transporte de cargas.

Nesse caso, é seguro afirmar que o cross-docking está revolucionando a forma com que as operações logísticas estão sendo executadas!

Conheça os principais tipos de cross-docking

Existem 3 tipos de cross-docking e cada um deles possui suas próprias singularidades e especificações:

1. Movimentação Contínua

É um modelo onde as cargas e mercadorias não param, sendo levadas para as docas assim que são recebidas.

O objetivo da movimentação contínua é chegar ao destino final o mais rápido possível, e é o modelo mais usado atualmente pelas empresas.

2. Movimentação Consolidada ou Híbrida

Neste tipo de cross-docking, a distribuição é alternada entre o envio imediato de alguns itens e o direcionamento de outros ao estoque simultaneamente.

Em outras palavras, os produtos são combinados por grupos e finalidades para que só então possam ser distribuídos.

Isso acontece porque dependendo do tipo de mercadoria, nem sempre é possível a remessa imediata, principalmente quando o volume não é tão alto.

3. Movimento de Distribuição

O movimento de distribuição é mais indicado no envio de múltiplas mercadorias para um só cliente, com volume suficiente para encher o veículo de transporte.

O modelo é o mais adotado em negócios e empresas B2B (business to business) e as cargas FTL (Full Truck Load) são o melhor exemplo do que é o movimento de distribuição.

Quais são as vantagens promovidas pelo cross-docking?

O cross-docking pode trazer diversos benefícios para uma empresa, dentre eles, podemos citar:

1- Redução de Custos com Estoque 

Com o cross-docking o estoque é esvaziado rapidamente, o que diminui gastos com a locação de espaços extras.

Daí, uma área para separação de pedidos surge, proporcionando maior organização do espaço e do estoque em si.

A agilidade e a conveniência do cross-docking permitem uma dinâmica de trabalho mais precisa, eliminando custos com armazenamento e operações mais objetivas.

2- Mais Agilidade nas Entregas 

Além de reduzir custos, o cross-docking favorece a agilidade na logística de distribuição, pois o processo de envio e entrega é fácil e rápido.

Basta que os produtos cheguem às docas que eles já são conferidos, separados e enviados para o consumidor.

Naturalmente, o tempo de entrega é reduzido e em alguns casos uma entrega que demoraria semanas é efetivada em poucas horas.

3- Prevenção de Perdas e Furtos 

Quanto mais tempo uma mercadoria fica parada no centro de distribuição, maior é a chance de perda ou furto.

Sendo assim, o cross-docking minimiza este tipo de acontecimento, uma vez que com ele os produtos ficam menos expostos.

4- Aproveitamento Integral da Frota 

O cross-docking consegue aproveitar todos os veículos disponíveis para entrega, evitando grandes paradas por falta de abastecimento de mercadorias.

Isso acontece através do cruzamento de informações dos sistemas de gestão de fretes, que trata-se de uma das principais estratégias para otimizar a logística de entregas.

Assim, as rotas de mesmo percurso ou com trajetos comuns podem ser feitas em um único veículo e as transportadoras conseguem aproveitar melhor seus recursos e reduzir os custos.

5- Controle dos Gastos com Mão de Obra 

A contratação e gestão de gastos com mão de obra pode ser melhor controlada com a ajuda do cross-docking.

Em algumas situações, é possível reduzir o número de contratações. Contudo, a empresa precisa selecionar profissionais capacitados e ter líderes especialistas em coordenação. 

6- Satisfação dos Clientes 

A satisfação dos clientes é essencial para que as mercadorias não sejam devolvidas ou recusadas no ato da entrega.

Dessa forma, o cross-docking prioriza uma rápida entrega dos produtos, o que melhora a reputação dos serviços e produtos da empresa.

7- Menor Dependência do Capital de Giro 

Optando pelo cross-docking a empresa não precisa adquirir produtos para vender depois, pois o pedido de mercadorias pode ser feito depois que o pagamento da venda for efetivado.

Com isso, a dependência de capital de giro diminui e o negócio pode usá-lo para contratar softwares de gestão de frete ou investir em melhorias, por exemplo.

Como você viu, as vantagens e benefícios do modelo de logística por cross-docking justificam o seu crescimento e popularização nas atividades que envolvem cadeia de suprimentos e distribuição.

E por falar na contratação de ferramentas tecnológicas que otimizam o processo logístico, que tal conhecer o SMO Frete

Descubra como o sistema pode impulsionar os resultados do seu negócio agora mesmo!

Posts relacionados

logo-mosistemas

Preencha os dados abaixo.

Nosso time vai entrar em contato para tirar todas suas dúvidas

AVISO

Informamos que estamos com problemas em relação à internet e, diante disso, nossos telefones não estão funcionando.

Desta forma, segue as opções para abertura de chamados:

1.Envio de e-mail com as informações referentes à questão para suporte@mosistemas.com;

2. Abertura de Chat diretamente no produto ou pelo atendimento.mosistemas.com;

3. Para casos urgentes estamos atendendo nos fones
47 9.9632-3444 e 47 9.9981-0089.

Agrademos a compreensão.

Equipe M&O.